30/10

Como Vender seu Produto na Copa na pauta do 5° Papo de Negócio Sebrae 2014

Adriano Capra

Bárbara Wagner

Denise Forini

Resumo do 4° Dia (30/10)

No quarto dia de evento, foram abordados assuntos como a operação de funcionamento da loja Mosaico Brasil e o estabelecimento de parcerias para o programa de alimentação institucional da Copa do Mundo FIFA 2014. 

Bárbara Wagner

A empresária e consultora do Sebrae, Bárbara Wagner, abordou o funcionamento da Central de Comercialização Colaborativa da Loja Mosaico Brasil. “Para que esse projeto se concretizasse foi necessária a participação coletiva de empresas de diversos estados e segmentos, que participaram como fornecedores da loja, acreditando nesse canal de comercialização”, afirmou.

A comercialização ocorreu em um espaço privilegiado, o aeroporto de Brasília, uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014. Para que esse processo funcionasse, também foi necessária a contratação de uma empresa para a gestão da comercialização no espaço, tendo em vista que o Sebrae não pode comercializar produtos que não fazem parte de sua missão.

A consultora também relatou que a empresa contratada ficou responsável por acompanhar a instalação e montagem da loja, pelo recebimento de produtos e cálculo dos preços, pela contratação e gerenciamento da equipe de vendas, pela contratação dos meios de pagamento, como cartões de crédito, pelos controles de venda e estoque, bem como pela elaboração de indicadores de desempenho da loja, entre outras coisas.

Entre os produtos comercializados estiveram acessórios, como colares, pulseiras, brincos, xales; alimentos e bebidas; amenities e produtos de higiene pessoal, como sabonetes da Amazônia, aromatizantes do Cerrado; artesanatos; bolsas, pastas, malas, carteiras e sacolas; e peças de vestuário que correspondessem aos aspectos de brasilidade e relativos à Copa.

Denise Forini

A coordenadora da carteira de Artesanato do Sebrae Nacional e do projeto Brasil Original, Denise Trevellin Forini, contou que em relação à comercialização dos produtos nas lojas do Brasil Original, o Sebrae realizou licitações para a contratação de empresas para a gestão da comercialização nos espaços. “Essas empresas contratadas também ficaram responsáveis pela logística de recebimento dos produtos artesanais, até porque nós não tivemos produtos de artesãos somente das cidades-sede (da Copa das Confederações FIFA 2013), nós tivemos produtos de artesãos de outros estados, como, por exemplo, Piauí, Rondônia, Tocantins, Rio Grande do Sul”, relatou.

Adriano Capra

O gerente Senior da Convivas Brasil e responsável pelo programa de alimentação institucional da Copa do Mundo FIFA 2014, Adriano Capra, contou que, para o programa de alimentação aos voluntários FIFA, vestiários, centros de mídia e programa de jovens, são buscados parceiros, empresas de refeições coletivas ou buffets corporativos. “Se você acha que a sua empresa está dentro desses padrões, por favor, entre em contato com o Sebrae de sua cidade e demonstre seu interesse”, convidou.

 Converse com outros participantes do Papo de Negócio pelo twitter por meio da hashtag #papodenegociosebrae2014, pelo Facebook na página do Sebrae 2014 ou pelo Grupo no Facebook

 

Anúncios