20/05

Saiba mais sobre nossos convidados

Roberto Haron Filho é o diretor comercial da empresa Alumiart Falcão. Formado em publicidade e marketing, atua na área industrial há 28 anos, sendo que há 7 anos fundou a Alumiart. Roberto entendeu que fazer o licenciamento de seus produtos era uma oportunidade para alavancar sua empresa com os grandes eventos esportivos que acontecerão no Brasil. Durante essa edição do Papo de Negócio Sebrae 2014, ele vai responder perguntas dos empresários que queiram aproveitar esse momento para também lucrarem com os grandes eventos esportivos.

Rodrigo Pereira é executivo da área comercial do licenciamento da TV Globo, focado no projeto Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™. Publicitário e pós-graduado em marketing e vendas, é especializado no licenciamento de marcas e personagens. Com mais de 15 anos de experiência nesse mercado, participou do lançamento e relançamento de várias marcas nacionais e internacionais de sucesso.

Veja os vídeos do dia

Rodrigo Pereira

Roberto Haron

Resumo do 2° Dia (20/5)

No segundo dia do Papo de Negócio Sebrae 2014, 20 de maio, os convidados Rodrigo Pereira, da Globo Marcas, e Roberto Haron Filho, da Alumiart Falcão, responderam às perguntas dos empreendedores sobre as etapas de licenciamento, exportação de produtos licenciados e expectativa de crescimento nas venda de artigos para a Copa do Mundo FIFA 2014.

Rodrigo Pereira

No segundo dia do evento, o executivo da área comercial da Globo Marcas, Rodrigo Pereira, começou respondendo a um questionamento sobre a possibilidade de exportar produtos da Copa do Mundo FIFA 2014 licenciados no Brasil para outros países da América Latina. O executivo afirmou que o contrato de licenciamento dá direito às empresas de venderem seus produtos apenas no Brasil. “Com isso, essas empresas não podem, em hipótese alguma, exportar os seus produtos para outros territórios, mesmo que sejam aqui na América Latina”, reforçou. O mesmo acontece com as empresas internacionais. “As empresas licenciadas da FIFA em outros territórios também não podem vender os seus produtos no Brasil”, destacou.

Outra pergunta foi sobre como uma empresa pode verificar se está apta para desenvolver algum produto para a Copa do Mundo FIFA 2014. Rodrigo Pereira informou que o primeiro passo é informar à Globo Marcas qual tipo de produto a empresa produz e espera licenciar e vender. O executivo lembrou ainda que é importante que a empresa tenha um canal de distribuição ou vários canais de distribuição, seja por meio de representantes ou por meio de distribuidores. “Eu diria que esse é o primeiro passo para que a gente possa avaliar se esse produto é adaptável, se ele é adequado ou não ao programa de licenciamento da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, afirmou. Além disso, será preciso avaliar se o produto está disponível para ser negociado e licenciado.

Por último, Pereira comentou a dúvida de um empreendedor que desenvolveu um site com sistemas turísticos e gostaria de utilizar a mascote da Copa. “Infelizmente, não é possível. Na verdade, a Globo Marcas é a licenciada máster da Copa do Mundo da FIFA e nós podemos negociar apenas contratos de licenciamento para produtos”, respondeu.  O executivo ressaltou ainda que, em geral, serviços não poderão ser negociados e licenciados pela Globo Marcas.

Roberto Haron Filho

O sócio da Alumiart Falcão, Roberto Haron Filho, respondeu a uma pergunta sobre qual percentual de acréscimo de vendas a empresa espera atingir com o licenciamento de produtos para a Copa do Mundo FIFA 2014. Após contar como foi a primeira experiência de licenciamento de produtos com times de futebol de São Paulo, Haron Filho afirmou que a perspectiva é alcançar 40% de acréscimo nas vendas dos produtos licenciados para a Copa, lembrando que se trata de um evento visto mundialmente. “Desses 40%, pelo menos 50% continuarão a consumir os nossos produtos por um bom tempo”, acrescentou.

Roberto Haron Filho também foi questionado sobre qual critério usou para escolher o produto a ser explorado. Segundo ele, foi muito simples porque boa parte dos produtos da Alumiart Falcão é direcionada para bares e restaurantes e também para o público que assiste aos jogos da Copa. Serão produzidos com o tema do mundial de futebol porta-garrafas, porta-latas e baldes de gelo. A empresa também trabalha com itens como formas para velas, panelinhas para brigadeiro, latas personalizadas, entre outros.

Anúncios